Considerações de uma coworker…

Há uns 8 anos trabalho a partir de casa, com um breve intervalo entre 2011 e 2012, que participei de um projeto onde tinha um escritório e tive que assinar a carteira de trabalho (acredite: chorei de pânico quando isso aconteceu! Tive a sensação de estar sendo algemada! 😱). Mas enfim, o projeto acabou e a carteira também! E não posso negar que o projeto foi uma super experiência! 😄

Ter carteira assinada com certeza é o sonho de várias pessoas, mas nunca foi o meu. Sempre trabalhei por projetos e por conta própria, pois adoro mudanças! E ter um horário a cumprir no mesmo lugar com as mesmas pessoas todos os dias não faz meus olhos brilharem. Mas também não posso negar que não é nada fácil esse mundo do empreendedorismo, das ideias e, muitas vezes, das incertezas.

Fiquei muito tempo trabalhando sozinha em casa, às vezes com meu marido ou com alguém que vinha para trabalhar em determinado projeto. E depois…lá estava eu novamente sozinha quando tudo terminava. E foi aí que percebi que precisava encontrar uma solução para isso.

Já tinha pensado em um escritório compartilhado, mas nunca encontrava um plano ideal para as minhas necessidades. Como moro um pouco longe de Belo Horizonte, queria um lugar que tivesse um plano flexível em relação aos dias, pois não preciso ir todos os dias para a cidade. O que eu precisava era de um escritório legal, com pessoas legais onde eu pudesse ir umas duas vezes por semana. Ficar trabalhando em casa o tempo todo já estava fazendo com que eu discutisse assuntos de trabalho com minhas lindas cadelas! 😳

Com isso, vi que realmente precisava sair de casa de vez em quando!

E foi aí que comecei a pesquisar alguns espaços e descobri o Guaja, o primeiro café-coworking do Brasil, um lugar onde você paga pelo tempo e não pelo que consome. Uau…a descoberta do ano!

Foto: Ludmila Carvalho

Foto: Ludmila Carvalho

Adoro o espaço, pessoas incríveis trabalhando por lá, mil eventos e possibilidades, e uma mesa de lanches incríveis o dia inteiro! Esse ponto é complexo, pois por mais que eu prometa que não vou comer pão de queijo, de repente vou buscar um copo com água é lá está ele: quentinho, cheiroso e gostoso! Pego logo 3! Putz.

Foto: Ludmila Carvalho

Foto: Ludmila Carvalho

E para terminar ainda tem o Bar do Convés que começa a funcionar às 18h e sempre que posso marco um bate-papo com alguém por lá….daí aproveito para descontrair, tomar uma cervejinha e me deliciar com os hambúrgueres divinos de lá.

Em BH tem muitas opções de escritórios compartilhados, mas o Guaja me conquistou! E me salvou da solidão que sentia no home office. Para mim foi uma sacada genial…intercalar home office com espaço de coworking.

E vocês? Tem alguma dica para compartilhar? Quais são os espaços mais legais de trabalhar na sua cidade? Compartilha aqui com a gente!

Author: Ludmila Carvalho

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *